Categories
Nature Portugal

Close to dreamed of – Serra da Boa Viagem, 21 06 2020

 

Categories
Portugal

Drive Through Caldas da Rainha,Caldas da Rainha, 05 2020

Categories
Coimbra

Isolation walks, 05 2020, Coimbra

Categories
Lisboa Portugal

Santuário de Cabo Espichel, 07 2019

Santuário de Nossa Senhora da Pedra Mua Sesimbra

Categories
Portugal

Castelo de Palmela 02 2020 II

Categories
Lisboa Portugal

A summer sunset in February, 2020, Carcavelos, Part II

Categories
Lisboa Portugal

A summer sunset in February, 2020, Carcavelos, Part I

Categories
Nature

Verão 19, Lagoa de Albufeira

Categories
Nature

Foz Côa, Douro, Portugal 2019

Categories
Lisboa Uncategorized

Cacilhas BnW

Categories
Uncategorized

Santuário da Peninha, Sintra, 2017

Santuarário da Peninha, 2017

Categories
Uncategorized

Régua, Douro, Portugal -Teixeira de Pascoaes

“Levanto-me da cama com gestos                                                                        semelhantes aos golpes de asa                                                                                          de um corvo rápido.

Levanto-me                                                                                                                        para saudar o dia.

Uá, uá!

Minha face afasta-me das trevas da noite                                                                            e olha para a aurora                                                                                                            que se abre.”

(5 poemas esquimós O Bebedor nocturno Poemas mudados para português – Herberto Helder Assirio e Alvim ) ”

“Mas o despertar não dissipa os sonhos; apenas lhes despe a aparência material.”

“O Marão sumiu-se, por encanto, num abismo, com as bordas remotas esfumadas: é a paisagem do Douro aparecendo, indefinida e triste, numa vasta indecisão nocturna; um vácuo enorme, onde cai a luz dos astros, como gotas de fogo numa boca monstruosa de sombra.”

“É o Douro, aflito num pesadelo, barrento e amarelo (…) apenas vejo as suas largas linhas espectralizadas, donde emana um vago e gélido terror, que é o próprio rio entremostrando ao nosso imaginar a escura lividez dos pegos mortos, síncopes de abismo em que gelam as águas torvas e medonhas.”

(Teixeira de Pascoaes – A Beira (Num relâmpago))

 

Categories
Uncategorized

Torre de Palma – Monforte, Portugal

Categories
Uncategorized

Altura, Algarve, Portugal, Julho 2018

Categories
Nature

Sunset, Andreia, Arrábida 2017

 2017 summer in Serra da Arrábida.

 

Categories
Nature Uncategorized

Serra da Estrela, Janeiro 2018

 

 

 

Categories
Uncategorized

Bolhão, Porto, 2017

Categories
Uncategorized

Monte da Lua, Serra de Sintra, Vegetação 22 04 2017    

 

“Vejo as flores

não sei o nome,

não figura nas pétalas,

vejo  dentro da minha cabeça

onde passeia o aroma nocturno

de Verão,

mas já não o respiro. (…)”

 

excerto de Beau Monde – Alberto Pimenta -“nove fabulo, o mea vox – de novo falo, a meia voz”

Categories
Uncategorized

Vila Nova de Paiva, 2016DSC_2570

Categories
Uncategorized

Oeiras

oeiras

Categories
Lisboa Portugal

Sintra

November, 2013

Categories
Sill Life Uncategorized

September, 2014

Categories
Lisboa

Peninha, Sintra

Peninha, Sintra, Portugal, 2017